‘Expresso’: Exoneração do diretor do Inpe, Bolsonaro x Nordeste e Daniel Alves no São Paulo

‘Expresso’: Exoneração do diretor do Inpe, Bolsonaro x Nordeste e Daniel Alves no São Paulo

Diego Henrique de Carvalho

02 de agosto de 2019 | 13h23

Cai o diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). A exoneração de Ricardo Galvão ocorre depois de críticas reiteradas do presidente Jair Bolsonaro (PSL) por causa de dados que apontaram alta no desmatamento da Amazônia. Enquanto isso, a Caixa segura empréstimos para governos da região Nordeste, mas o Palácio do Planalto nega relação política pelas negativas de crédito.

E o São Paulo acertou a contratação mais badalada do futebol brasileiro nesta temporada: o lateral-direito Daniel Alves, capitão da seleção brasileira e melhor jogador da última Copa América. Nos Jogos Pan-Americanos, o frio dificulta a adaptação dos atletas brasileiros ao clima da úmida cidade de Lima. Ouça tudo isso e muito mais no Eldorado Expresso desta sexta-feira, 2. Clique no player acima. Você também pode ouvir o programa ao vivo na Rádio Eldorado (FM 107,3), de segunda a sexta, a partir das 13h.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Eldorado Expresso”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link (https://www.deezer.com/en/show/338832).

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY! Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Eldorado Expresso”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link (https://open.spotify.com/show/6EsaGNxhSXR2Fx6T7E6F25?

 

O diretor do Inpe, Ricardo Magnus Osório Galvão. Foto: Divulgação/Inpe

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.