Expresso: Juro de consignado do Auxílio Brasil já chega a 86% ao ano

Laís Gottardo

05 de agosto de 2022 | 13h27

O empréstimo consignado a beneficiários do Auxílio Brasil, sancionado nesta quarta-feira pelo presidente Jair Bolsonaro, não terá limite de taxas de juros cobradas. A medida ainda precisa ser regulamentada, mas instituições financeiras já fazem pré-cadastros com taxas de até 86% ao ano. Os maiores bancos privados do País, porém, devem ficar de fora das ofertas.

Na véspera do fim do período das convenções partidárias, o ex-presidente e candidato do PT ao Palácio do Planalto, Luiz Inácio Lula da Silva, conseguiu formar o maior bloco partidário na disputa presidencial. O número de partidos na coligação é importante porque se traduz em maior tempo de propaganda e fundo eleitoral à disposição do candidato e também assegura capilaridade da busca por votos nos Estados. Além do PT, Lula tem apoio de sete siglas. Já o presidente Jair Bolsonaro tem a segunda maior aliança, com o PL e mais dois partidos.

E mais: as medidas para conter a varíola dos macacos em São Paulo e uma homenagem a Jô Soares, que morreu hoje aos 84 anos. Ouça estas e outras notícias desta sexta-feira, 5, no “Eldorado Expresso”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.