Expresso: Relatório ‘com certeza’ pedirá indiciamento de Bolsonaro, diz Calheiros

Laís Gottardo

05 de outubro de 2021 | 13h28

O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros afirmou que o relatório final da comissão vai pedir “com certeza” o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro. Segundo o parlamentar, o parecer final do colegiado deve pedir o indiciamento de “pouco mais de 30” pessoas. Renan disse também que não há uma “quantificação de indiciados, mas citou ainda os nomes do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, da médica Nise Yamaguchi, apontada como integrante do chamado “gabinete paralelo”, do ex-secretário-executivo da Saúde Elcio Franco, do virologista Paolo Zanotto, do líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros, do empresário Francisco Maximiano (Precisa Medicamentos) e do ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde Roberto Dias.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, será obrigado a comparecer à Câmara para explicar suas movimentações financeiras no exterior. A convocação foi aprovada hoje pela Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público. A conta de Guedes por meio de uma empresa offshore nas Ilhas Virgens Britânicas foi revelada no fim de semana pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos.

E ainda: o risco de avanço das tempestades de areia para o Nordeste e as falhas que derrubaram o Facebook, o Instagram e o WhatsApp. Ouça estas e outras notícias desta terça-feira, 05, no “Eldorado Expresso”.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!
Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!
Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.