Expresso: Saúde confirma primeira morte por monkeypox no Brasil

Laís Gottardo

29 de julho de 2022 | 13h28

O Ministério da Saúde confirmou, nesta sexta a primeira morte por varíola dos macacos (monkeypox) no Brasil. O paciente, um homem de Uberlândia (MG), estava internado no Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte, e morreu ontem. Ele tinha 41 anos e graves problemas de imunidade. Segundo a pasta, “a causa do óbito foi choque séptico, agravada pelo Monkeypox”.

A queda no desemprego no segundo trimestre foi marcada por um recorde no total de ocupados. O País registrou entre abril e junho 98,269 milhões de trabalhadores ocupados, entre formais e informais, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgados nesta sexta-feira, 29, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa de desemprego, de 9,3%, é a menor para segundos trimestres desde 2015, quando ficou em 8,4%.

E ainda: o caso de uma família mantida em cárcere privado por 17 anos, no Rio, e os aliados que escondem Jair Bolsonaro na campanha eleitoral. Ouça estas e outras notícias desta sexta-feira, 29, no “Eldorado Expresso”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.