Expresso: Sergio Moro deixa o Ministério da Justiça e faz acusações que podem abrir impeachment de Bolsonaro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Expresso: Sergio Moro deixa o Ministério da Justiça e faz acusações que podem abrir impeachment de Bolsonaro

Gustavo Lopes Alves

24 de abril de 2020 | 14h24

Ao anunciar a saída do cargo, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, acusou nesta sexta-feira (24) o presidente Jair Bolsonaro de tentar interferir politicamente no comando da Polícia Federal para obter acesso a informações sigilosas e relatórios de inteligência. “O presidente me quer fora do cargo”, disse Moro, ao deixar claro que a saída foi motivada por decisão de Bolsonaro.

E ainda: O ex-juiz federal da Lava Jato lembrou que, em novembro de 2018, logo após as eleições presidenciais, Jair Bolsonaro lhe disse que ele teria “carta branca” para comandar a pasta, o que acabou não ocorrendo. Ouça essas e outras notícias no Eldorado Expresso desta sexta-feira, 24. Clique no player acima.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

O presidente Jair Bolsonaro ao lado do ministro da Justiça e Segurnaça Pública, Sérgio Moro Foto: Gabriela Biló/Estadão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: