Expresso: Vice Mourão foi a Angola para conter crise da Igreja Universal

Laís Gottardo

20 de julho de 2021 | 13h25

O presidente Jair Bolsonaro escalou o vice-presidente Hamilton Mourão para intervir diretamente na gestão de uma crise privada que envolve denúncias sobre a atuação da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) em Angola. Com as pesquisas que sinalizam a erosão do eleitorado evangélico, Bolsonaro colocou o governo para atuar como mediador de um problema sem nenhuma relação institucional com a República.

As investigações da CPI da Covid já indicam fortes indícios de corrupção numa disputa entre dois grupos no Ministério da Saúde. A avaliação é do senador Alessandro Vieira, integrante da comissão que apura ações e omissões do governo na pandemia. Em entrevista à Rádio Eldorado, ele disse que as compras suspeitas de vacinas envolvem dois grupos: um militar e outro político.

E mais: o frio de -8º em Santa Catarina e de -2º no extremo sul de São Paulo. E a viagem ao espaço do bilionário Jeff Bezos. Ouça estas e outras notícias desta terça-feira, 20, no “Eldorado Expresso”.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!
Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!
Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.