Expresso: Wilson Witzel é afastado do cargo e se diz indignado; e Corinthians fecha acordo de naming rights para Itaquerão
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Expresso: Wilson Witzel é afastado do cargo e se diz indignado; e Corinthians fecha acordo de naming rights para Itaquerão

Gustavo Lopes Alves

28 de agosto de 2020 | 13h46

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Benedito Gonçalves, relator da Operação Placebo, decidiu afastar o governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), do cargo por 180 dias, em razão de supostos desvios da Saúde do Estado. A decisão ainda proíbe o acesso de Witzel às dependências do governo do Estado e a sua comunicação com funcionários e utilização dos serviços. A medida faz parte da Operação ‘Tris in Idem’ que faz buscas em seis Estados e no Distrito Federal e tenta prender 17 pessoas, entre elas o presidente do PSC, Pastor Everaldo, e o ex-secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio Lucas Tristão e o ex-prefeito de Volta Redonda Gothardo Lopes Netto.

E ainda: Corinthians fecha acordo de naming rights para seu estádio em Itaquera. Ouça essas e outras notícias desta sexta-feira, 28, no “Eldorado Expresso”.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!
Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!
Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). Foto: Wilton Júnior / Estadão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: