Feminicídio: que crime é esse e como deve ser enfrentado

Feminicídio: que crime é esse e como deve ser enfrentado

Da Redação

23 de dezembro de 2021 | 15h45

Nos primeiros seis meses de 2021, o Brasil registrou 666 vítimas de feminicídios. Isso equivale a quatro mulheres mortas violentamente, todos os dias. Esses dados são do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e fazem parte de um estudo inédito revelado no início de dezembro pelo portal G1 e confirmado pelo Estadão.

A entrevista de hoje no podcast “Estadão Expresso na Perifa” é sobre feminicídio, um crime que o Código Penal Brasileiro classifica como hediondo. O radialista Artur dos Anjos falou com Kelly de Oliveira, coordenadora de um Centro de Atendimento para Mulheres Vítimas de Violência na cidade de São Paulo. Ela explica que esse tipo de morte tem origem na desigualdade de gênero e na relação de poder que insiste em subordinar mulheres a homens.

“Feminicídio é o conceito usado para denominar mortes violentas de mulheres em razão do gênero ou que tenham sido motivadas por sua condição de mulher”, diz Kelly. “O Estado brasileiro precisa de políticas públicas melhores para enfrentar a violência contra as mulheres (…). No âmbito federal, essas ações têm diminuído nos últimos anos”, afirma.

Podcast Estadão Expresso na Perifa
Pauta, coordenação e direção: Lucas Veloso
Reportagem e apresentação: Artur dos Anjos
Locução de abertura e encerramento: Viviane Zandonadi

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.