Governo saiu vitorioso ou derrotado na Câmara? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Governo saiu vitorioso ou derrotado na Câmara? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

28 de março de 2019 | 06h00

Aprovada pela Câmara dos Deputados, a PEC 2/15, na prática, reduz o poder do Executivo sobre os gastos públicos. Ou seja, ela engessa uma boa parte do orçamento e torna obrigatório o pagamento de despesas, como emendas parlamentares e investimentos em obras. O PSL, partido do presidente, foi orientado a votar a favor da proposta. O próprio filho de Bolsonaro, Eduardo, votou pela PEC. Segundo o deputado, ele e seu pai sempre apoiaram o texto. “Nunca foi pauta do governo Bolsonaro fazer o Legislativo de refém através de emendas orçamentárias”, disse o parlamentar. Apoiadores do governo veem a medida como uma forma de acabar com o “toma lá da cá”. Mas afinal, foi uma vitória ou derrota para o governo? Segundo o sociólogo e cientista político do Mackenzie, Rodrigo Prando, a política é feita de diálogo, negociação e construção de apoios.

E ainda, o aumento da tensão na vizinha Venezuela, após o governo russo enviar equipamentos militares para o país. Os Estados Unidos reagiram rapidamente e condenaram a atitude. O repórter especial Roberto Godoy comenta as estratégias militares na região.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Dida Sampaio/Estadão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.