Huck fora, centro esvaziado e polarização em alta; ouça no ‘Estadão Notícias’

Huck fora, centro esvaziado e polarização em alta; ouça no ‘Estadão Notícias’

Por Jefferson Perleberg

17 de junho de 2021 | 00h10

Luciano Huck declinou mais uma vez da possibilidade de ser candidato à presidência em 2022. O apresentador confirmou que vai assumir os domingos da rede Globo, substituindo Fausto Silva. Sem Huck na possível terceira via, como alternativa à polarização entre Lula e Bolsonaro, outros pré-candidatos devem assumir o posto representando partidos de centro-direita e centro-esquerda.

Diferentemente do que foi observado em 2018, é provável que sem Luciano Huck não veremos a ascensão dos outsiders na política em 2022. O cenário das eleições municipais em 2020 mostrou uma tendência de queda dos antipolíticos, e a volta dos partidos tradicionais ao poder.

Legendas do centrão, como PSD, PP, PL e Republicanos, elegeram 34% dos prefeitos do País. Partidos como DEM, PSDB e MDB, ganharam musculatura e obtiveram o governo de metade das capitais estaduais. Com isso, políticos experientes começam a se preparar para as eleições com as mesmas ferramentas utilizadas pela chamada “velha política”.

No caso do presidente Jair Bolsonaro, há uma busca por um partido que lhe dê a estrutura necessária para uma campanha nacional no ano que vem. O presidente “namorou” com mais de oito partidos, entre eles, Progressistas, PTB, PL, PRTB, Republicanos, mas deve terminar no Patriotas.

Já a esquerda, tem hoje Lula como seu principal candidato e tenta concentrar suas forças em partidos com maior alcance nacional.

A tentativa de lançar uma pré-aliança entre partidos também já está sendo articulada. Nesta semana, um almoço foi organizado para os presidentes do  PDT, PSDB, DEM, SD, Podemos, Cidadania, PV, Novo e PSL. Dificilmente esse colegiado vai fechar um bloco com apenas um nome na disputa, mas buscam ao menos debater em torno de um programa de ação comum.

Um dos nomes mais fortes do chamado “centro democrático” é o do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. No episódio de hoje, o parlamentar, que acabou de ser expulso do DEM, conversa conosco sobre a construção dessa “terceira via”. Também vamos falar com a colunista do Estadão e da Rádio Eldorado, Eliane Cantanhêde, que analisa todos esses cenários para 2022.

O Estadão Notícias está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google Podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência.

Apresentação: Emanuel Bomfim

Produção/Edição: Gustavo Lopes, Julia Corá, Ana Paula Niederauer, Jefferson Perleberg e Patrick Freitas. 

Sonorização/Montagem: Moacir Biasi

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.