Murillo de Aragão: Governo precisa de diálogo para manter a paz; ouça no ‘Estadão Notícias’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Murillo de Aragão: Governo precisa de diálogo para manter a paz; ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

01 de abril de 2019 | 06h00

A falta de articulação do governo de Jair Bolsonaro causa preocupação entre os governistas e deputados que apoiam as reformas necessárias para o país. Em uma sinalização de trégua, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o presidente Bolsonaro resolveram deixar as rusgas de lado e focar nas matérias importantes que estão no Congresso. No entanto, Maia passou a articular direto com os ministros que terão papel importante no convencimento dos parlamentares. Paulo Guedes atuará na reforma da Previdência e Sérgio Moro no pacote anticrime. Mas afinal, o quanto vai durar essa lua de mel? É possível tocar as propostas sem a articulação direta do presidente Jair Bolsonaro? Ouça no player abaixo:

Para o professor da Columbia University e cientista político da Arko Advice, Murillo de Aragão, ainda não há uma boa organização no governo, mas é normal dado o tempo que Bolsonaro está no poder. De acordo com o especialista, tudo que envereda para o lado pessoal, e não institucional, gera perdas. Murillo de Aragão, da Arko Advice, afirma que toda nova forma de fazer política traz, em algum momento, insatisfação de diferentes classes da política.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados