‘Notícia No Seu Tempo’: Assassinato de petista eleva medo de violência na campanha

Da Redação

11 de julho de 2022 | 05h00

No podcast ‘Notícia No Seu Tempo’, confira em áudio as principais notícias da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’ desta segunda-feira (11/07/22):

O assassinato de um guarda municipal de Foz do Iguaçu (PR) no fim da noite de sábado, durante sua festa de aniversário de 50 anos, ampliou o temor de violência nas eleições deste ano. Marcelo Arruda era filiado ao PT e foi candidato a vice-prefeito da cidade paranaense em 2020. Conforme o boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil, ele foi morto a tiros por Jorge José da Rocha Guaranho, agente penitenciário federal e apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL). Um vídeo de uma câmera de segurança do local mostra que Arruda foi baleado e reagiu atirando no agressor, que até a noite de ontem permanecia internado em estado grave.

E mais:

Economia: Brasileiros estão voando mais, apesar do alto preço das passagens

Metrópole: USP planeja investir R$ 2 bi na retomada de obras paradas

Internacional: Partido de Abe vence eleição dois dias após seu assassinato

Esportes: Em Wimbledon, Djokovic vence e fatura o hepta

Caderno 2: Filme mostra as diversas faces de Elvis

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.