‘Notícia No Seu Tempo’: Bolsa cai 7% após chegada do coronavírus ao Brasil, Congresso e Supremo reagem a Bolsonaro e, no Rio, vitória da Unidos do Viradouro

Emanuel Bomfim

27 de fevereiro de 2020 | 05h00

*Por Adriana Cimino e Gustavo Toledo

Na edição desta quinta-feira (27), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Em Economia, o Ibovespa, principal indicador da Bolsa, teve ontem recuo de 7% – a maior queda desde maio de 2017, quando gravação do empresário Joesley Batista em conversa com o ex-presidente Michel Temer fez o índice cair 8,8%. No câmbio, a atuação do Banco Central ajudou a segurar o dólar, mas não impediu a renovação de recorde nominal de fechamento – a R$ 4,4413, alta de 1,11%. Em Política, um dia após o presidente Jair Bolsonaro compartilhar dois vídeos de convocação de protestos contra o Congresso, autoridades, políticos e juristas reagiram, citando até a possibilidade de que o presidente tenha cometido crime de responsabilidade. Bolsonaro afirmou que se tratou de “troca de mensagens de cunho pessoal”. No caderno Metrópole, com enredo sobre mulheres escravizadas, a Unidos do Viradouro sagrou-se pela 2ª vez campeã do carnaval do Rio.

Ouça no player abaixo:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.