´Notícia No Seu Tempo´: Bolsonaro contraria Moro e sanciona juiz para investigações; governo restringe eleições para reitor de federais e a ilegalidade do reajuste para as polícias do DF

Emanuel Bomfim

26 de dezembro de 2019 | 05h00

* Por Alessandra Romano 

Na edição desta quinta-feira (26), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Em Política, o presidente Jair Bolsonaro sancionou ontem, com 25 vetos, o projeto de lei anticrime apresentado pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro. Bolsonaro manteve a criação do juiz de garantias, contrariando o ministro. A Associação dos Magistrados Brasileiros e o líder do Podemos no Senado, Alvaro Dias (PR), já informaram que vão a o Supremo Tribunal Federal para barrar a medida. Para especialistas, juiz de garantia pode afetar processo contra Flávio Bolsonaro. No caderno Metrópole, informações sobre a medida provisória com regras para a escolha de reitores de universidades federais. Baixada ontem pelo presidente Jair Bolsonaro, o texto fixa pesos diferentes de voto para professores, funcionários e alunos na eleição. Na prática, isso restringe a autonomia das instituições no processo. E em Economia, o alerta da área econômica ao presidente Jair Bolsonaro de que o reajuste de 8% a 25% nos salários das polícias civil e militar do Distrito Federal pode violar as leis orçamentárias e a Constituição.

Ouça no player abaixo:

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.