As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Notícia No Seu Tempo’: Brasil e China negociam área de livre-comércio; negros são maioria nas universidades públicas; e professor de SP terá salário de R$ 4 mil até 2022.

Emanuel Bomfim

14 de novembro de 2019 | 05h00

*Por Cadu Cortez e Alessandra Romano*

Na edição desta quinta-feira (14), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Em Economia, Brasil e China conversam sobre a possibilidade de estabelecer uma área de livre-comércio entre os dois países, segundo informou ontem o ministro Paulo Guedes (Economia). Em Metrópole, um estudo sobre desigualdades sociais, divulgado ontem pelo IBGE, mostra que pela primeira vez os estudantes negros (pretos ou pardos) passaram a ser a maioria dos inscritos nas instituições de ensino superior da rede pública do País. No fim do mês de outubro, Letícia Chagas foi eleita a 1ª negra à frente do Centro Acadêmico XI de Agosto, da Faculdade de Direito da USP. Ainda em Metrópole, o professor que entrar na rede paulista em 2022 terá salário inicial de R$ 4 mil, por subsídio, conforme plano de carreira proposto pela gestão João Doria (PSDB).

Ouça no player abaixo:

 

 

Tendências: