As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Notícia No Seu Tempo’: câmara aprova adiamento das eleições para novembro, entregadores fazem protesto e Amazônia tem junho com mais queimadas em 13 anos

Emanuel Bomfim

02 de julho de 2020 | 05h00

Por Adriana Cimino, Alessandra Romano e Gustavo Toledo

Na edição desta quinta-feira (02), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Em Política, a pandemia do novo coronavírus fez com que as eleições municipais, marcadas para 4 e 25 de outubro (1.º e 2.º turnos), fossem adiadas para 15 e 29 de novembro. A Proposta de Emenda à Constituição aprovada ontem na Câmara também muda o calendário eleitoral deste ano. A propaganda de candidatos no rádio e na TV terá início somente em 9 de outubro. Em Metrópole, motoboys e entregadores de aplicativos protestaram por melhores condições de trabalho, segurança e remuneração em diversas cidades do País. Apesar da mobilização nas ruas, as empresas disseram que não houve problemas no fluxo de entrega das encomendas.  Ainda em Metrópole, o Brasil registrou em junho o maior número de queimadas na Amazônia para o mês desde 2007, segundo o Inpe. Isso representa um aumento de 19,57% em relação a junho de 2019. Desde maio, o controle do desmatamento é liderado pelo vice Hamilton Mourão. A operação militar gerou custo mensal de quase 80% do orçamento anual de fiscalização do Ibama e ainda não obteve resultados.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: