‘Notícia No Seu Tempo’: Celso de Mello vê momento igual ao da ascensão do nazismo, Avenida Paulista tem confronto entre grupos contra e pró Bolsonaro e diário do isolamento

Emanuel Bomfim

01 de junho de 2020 | 05h00

Por Adriana Cimino, Alessandra Romano e Gustavo Toledo

Na edição desta segunda-feira (01), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Em Política, o decano do Supremo Tribunal Federal, ministro Celso de Mello, comparou o Brasil à Alemanha de Hitler e, em mensagem reservada enviada a interlocutores no WhatsApp, disse que bolsonaristas “odeiam a democracia” e pretendem instaurar uma “desprezível e abjeta ditadura”. Procurado, o ministro alegou ao Estadão que a manifestação foi “exclusivamente pessoal”, “sem qualquer vinculação formal ao STF”. Também no caderno Política, manifestantes contra e favor de Jair Bolsonaro se enfrentaram na Avenida Paulista ontem. A PM interveio com bombas de gás. O grupo contra o governo tinha membros de torcidas de futebol, como a Gaviões da Fiel. Já em Na Quarentena, muitas pessoas voltaram a escrever diários durante a pandemia da covid-19. Em alguns casos, trata-se do velho e simpático caderno de anotações, escrito à mão, resistindo ao lado da cama ou escondido dentro de gavetas. Mas, na maioria das vezes, os diários da quarentena estão disponíveis para o julgamento público, em páginas de Facebook, Instagram e outras redes sociais.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.