AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Notícia No Seu Tempo’: compras sem licitação por covid-19 são investigadas em 11 Estados, prefeituras podem adiar contribuição à Previdência e lockdown com rua cheia em Belém

Emanuel Bomfim

11 de maio de 2020 | 05h00

Por Adriana Cimino, Alessandra Romano e Gustavo Toledo

Na edição desta segunda-feira (11), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Em Política, depois que a covid-19 passou a pressionar prefeitos e governadores a agir rápido para assegurar insumos, os respiradores, as máscaras e outros equipamentos de proteção entraram para a lista prioritária de compras sem licitação. E as investigações por mau uso do dinheiro público começaram a se espalhar – ao menos 11 Estados e o Distrito Federal já possuem algum tipo de apuração. No caderno Economia, projeto de socorro a Estados e municípios aprovado pelo Congresso permite que prefeituras suspendam pagamento de sua parte na contribuição previdenciária de servidores de março a dezembro de 2020. Se todos os prefeitos aderirem, seus sucessores herdarão rombo de R$ 18,5 bilhões. Já em Metrópole, ontem na capital paraense, quando começaram as multas para quem desobedecer ordem de suspensão total de atividade não essencial, o isolamento aumentou, mas muita gente ainda circulou.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: