As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Notícia No Seu Tempo’: contágio atinge 2 milhões no Brasil, mercado imobiliário indica melhora nas vendas e circo sem plateia, aplausos e dinheiro

Emanuel Bomfim

17 de julho de 2020 | 14h59

Por Adriana Cimino, Alessandra Romano e Gustavo Toledo

Na edição desta sexta-feira (17), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Em Metrópole, o Brasil ultrapassou ontem a marca de 2 milhões de casos confirmados de covid-19. Segundo levantamento do consórcio de veículos de imprensa, foram 2.014.738 contaminações – 43.829 em 24 horas – e 76.822 mortes. Nos últimos sete dias, o País registrou uma média diária de 1.081 óbitos pelo coronavírus. Em Economia, a queda nas vendas de abril e maio do setor imobiliário foi abrandada ao longo de junho, despertando otimismo entre empresários e analistas. Os dados de junho ainda estão sendo computados, mas sondagem preliminar com associados do Sindicato da Habitação (Secovi-SP) indica que as vendas já chegaram a 85% do esperado para o mês. Já no caderno Na Quarentena, os circos, que desde o início do século 19 encantam gerações no Brasil, passam por situação preocupante com a pandemia. Sem poder fazer espetáculos e sem bilheteria, não conseguem bancar as despesas. Segundo o palhaço Tubinho, do Circo Teatro Tubinho, os artistas têm tentado se virar com lives ou a venda de maçãs do amor.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: