As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Notícia No Seu Tempo’: Covas veta aulas em setembro, governo estuda passar verba de censo do IBGE para a Defesa e aglomeração festiva no berço da pandemia

Emanuel Bomfim

19 de agosto de 2020 | 05h00

Por Adriana Cimino, Alessandra Romano e Gustavo Toledo

Na edição desta quarta-feira (19), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Em Metrópole, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), descartou a possibilidade de retorno das aulas presenciais em escolas públicas e privadas da capital em setembro, conforme havia sido programado. Inquérito sorológico feito com 6 mil alunos de 4 a 14 anos da rede municipal mostrou que 16,1% deles têm anticorpos para o coronavírus. No caderno Economia, nas discussões do Orçamento de 2021, o governo cogita deixar para 2022 o Censo Demográfico do IBGE programado para o ano que vem. A ideia é que os R$ 2 bilhões que seriam gastos nesse trabalho sejam remanejados para a pasta da Defesa. Já em Internacional, imagens de uma multidão em um show de música eletrônica em piscina de Wuhan, cidade chinesa em que a covid-19 foi detectada primeiro, causaram críticas. Ontem, uma representante da OMS evitou condenar a reunião. Disse que festas assim, em outros lugares, não tiveram tal repercussão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: