‘Notícia No Seu Tempo’: Desmonte no Iphan abre brecha para loteamento político

Da Redação

24 de dezembro de 2021 | 05h00

No podcast ‘Notícia No Seu Tempo’, confira em áudio as principais notícias da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’ desta sexta-feira (24/12/21):

Pelo menos cinco diretores do Iphan, além da presidente, foram exonerados por ordem de Jair Bolsonaro desde 2019, data das primeiras queixas de Luciano Hang, que teve a obra de uma loja embargada a pedido do órgão. Levantamento do Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio mostra ainda que 12 superintendentes regionais não têm perfis compatíveis com o cargo – parte foi indicada por aliados do presidente. Outros cinco são arquitetos ou técnicos, mas não têm especialização acadêmica, o que é exigido por decreto. “O que houve no Iphan foi um desmonte”, diz a ex-presidente Kátia Bogéa.

E mais:

Economia: Incra libera obra de energia e mineração em assentamento

Metrópole: Interior e litoral têm aumento de casos e Ilhabela exige máscaras

Internacional: Países europeus retomam restrições e ampliam vacinação

Esportes: Pelé recebe alta hospitalar

Tudo o que sabemos sobre:

IphanLuciano HangJair Bolsonaro

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.