‘Notícia No Seu Tempo’: Estado de SP estuda restringir lazer por causa de pandemia, AstraZeneca admite falha e sua vacina deve atrasar e comoção e tumulto no adeus a Maradona

Emanuel Bomfim

27 de novembro de 2020 | 05h00

Por Adriana Cimino, Alessandra Romano e Gustavo Toledo

Na edição desta sexta-feira (27), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Em Metrópole, diante da alta de casos de covid-19, o governo de São Paulo analisa a retomada de restrições às atividades de lazer em algumas regiões do Estado. O Centro de Contingência ao Novo Coronavírus não detalhou quais segmentos – como parques, bares ou cinemas – podem ser incluídos em eventuais novas restrições. Ainda em Metrópole, a AstraZeneca admitiu erro na dosagem da vacina que aplicou em alguns voluntários. A empresa anunciou a ampliação, de forma emergencial, da pesquisa sobre o imunizante contra a covid-19 desenvolvido em parceria com a Universidade de Oxford. Já em Esportes, corpo de Diego Armando Maradona foi enterrado ontem em cemitério na periferia de Buenos Aires. Velório na Casa Rosada atraiu centenas de milhares de pessoas desde a manhã. Houve tumulto e a polícia usou bombas de gás na sede do governo argentino.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.