As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Notícia No Seu Tempo’: Estados e municípios divergem sobre reforma ampla nos tributos, Saúde recebeu alerta de falta de fármacos essenciais e cada um no seu círculo

Emanuel Bomfim

24 de julho de 2020 | 05h00

Por Adriana Cimino, Alessandra Romano e Gustavo Toledo

Na edição desta sexta-feira (24), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Em Economia, após o ministro da Economia, Paulo Guedes, enviar ao Congresso projeto de lei para unificar o PIS e a Cofins, dois tributos federais, os representantes dos Estados passaram a apoiar uma proposta abrangente, que inclua todos os tributos sobre consumo, entre eles o ICMS. Já os prefeitos querem manter a autonomia sobre o ISS, ou ampliar sua fatia nas receitas para compensar a unificação. Já em Metrópole, atas de reuniões apontam que membros do Centro de Operações de Emergência, do Ministério da Saúde, alertam a pasta desde maio sobre a falta de medicamentos para covid-19 na UTI, como sedativos e analgésicos para intubação de pacientes. Ainda no caderno Metrópole, os parques do Povo, do Ibirapuera e o Burle Marx foram os primeiros dos 70 reabertos na capital paulista, há 11 dias, a receber demarcações no solo para evitar que os frequentadores se aglomerem. Iniciativa é inspirada em ações semelhantes no exterior.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: