‘Notícia No Seu Tempo’: Ganho de canais radicais pode chegar a R$ 15 milhões por ano

Da Redação

20 de agosto de 2021 | 05h00

No podcast ‘Notícia No Seu Tempo’, confira em áudio as principais notícias da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’ desta sexta-feira (20/08/21):

A suspensão da monetização de canais bolsonaristas na internet, determinada pelo corregedor-geral do TSE, Luis Felipe Salomão, deve congelar valores milionários arrecadados por produtores de conteúdos considerados ofensivos à democracia e ao sistema eleitoral. Esses meios exploram informações falsas sobre temas como urnas eletrônicas. Juntos, têm 10,1 milhões de seguidores. Os ganhos exatos auferidos pelos youtubers foram solicitados por Salomão às empresas de redes sociais, que têm 20 dias para apresentar os dados.

Economia: Proposta de IR eleva distorções, dizem analistas

Política: CPI quebra sigilo de líder do governo e de Wassef

Internacional: Pais entregam filhos a militares em Cabul

Metrópole: Vacinas protegem contra Delta, mas tempo reduz ação

Na Quarentena: Masp ganha anexo para exposições

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.