‘Notícia No Seu Tempo’: governo avalia corte no imposto do diesel para atender caminhoneiros, Guedes estuda facilitar corte de salários e verba para Manaus não acompanhou alta da covid

Emanuel Bomfim

28 de janeiro de 2021 | 05h00

Por Adriana Cimino, Alessandra Romano e Gustavo Toledo

Na edição desta quinta-feira (28), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Em Economia, após caminhoneiros intensificarem as ameaças de greve a partir de 1.º de fevereiro, o Ministério da Economia avalia a redução do PIS e da Cofins sobre o diesel. Na terça-feira, a Petrobrás anunciou um reajuste de 4,4% no preço do diesel. Ainda no caderno Economia, o governo avalia a possibilidade de aprimorar e simplificar o lay-off, instrumento pelo qual as empresas em momentos de crise podem suspender o contrato de trabalho por até 5 meses, enquanto os trabalhadores receberiam o seguro-desemprego. Já em Metrópole, a verba repassada pela União a Manaus para o combate à covid-19 não acompanhou o ritmo do avanço de casos e mortes pela doença. A capital amazonense foi a quinta no índice de letalidade pela doença em 2020 no País, mas a 26.ª no repasse de recursos proporcionais ao tamanho da população.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.