As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Notícia No Seu Tempo’: governo quer brecha para novo ‘orçamento de guerra’ em 2021, Universidade nega existir pós que Marques afirma ter feito e onda de calor dispara alerta vermelho

Emanuel Bomfim

07 de outubro de 2020 | 05h00

Por Adriana Cimino, Alessandra Romano e Gustavo Toledo

Na edição desta quarta-feira (07), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. No caderno Economia, para ter segurança de que poderá elevar gastos no próximo ano em caso de nova onda de covid-19, o governo pretende incorporar dispositivos do orçamento de guerra vigente até 31 de dezembro de 2020 no texto da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para regulamentar regras fiscais em casos de calamidade. O tema está sendo debatido com lideranças do Congresso e foi confirmado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Em Política, a Universidade de La Coruña, na Espanha, afirmou que  “não oferece nenhuma pós-graduação” em Contratación Pública, conforme citado no currículo acadêmico de Kassio Nunes Marques, indicado de Jair Bolsonaro para o STF. Em Metrópole, o calor intenso fez o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitir um alerta vermelho para cidades do Centro-Oeste, Sudeste e Tocantins, por terem registrado temperaturas 5ºC acima da média por cinco dias seguidos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: