As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Notícia No Seu Tempo’: governo quer norma para controlar atuação de ONGs na Amazônia, áreas do Amapá sem luz viram zonas de guerra e PCC se infiltra em prefeituras para lavar dinheiro

Emanuel Bomfim

09 de novembro de 2020 | 05h00

Por Adriana Cimino, Alessandra Romano e Gustavo Toledo

Na edição desta segunda-feira (09), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’.  No caderno Metrópole, o governo Bolsonaro planeja ter, até 2022, o controle total das organizações não governamentais (ONGs) que atuam na Amazônia. Ainda em Metrópole, sem energia há seis dias, moradores de cidades do Amapá estão tendo de lidar com o aumento de borrachudos e intensificam protestos para cobrar uma solução para o problema. Já em Política, o Primeiro Comando da Capital (PCC) usava Organizações Sociais (OSs) de fachada para se infiltrar em prefeituras de São Paulo, Minas e Paraná. Em São Paulo, a facção atuava em busca de contratos em nove cidades no interior e no litoral, segundo investigações das Polícias Civil e Federal.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.