‘Notícia No Seu Tempo’: investimento do setor privado em saneamento ganha impulso, Inglaterra aumenta as restrições e arbitragem do Mundial de Clubes terá duas brasileiras

Emanuel Bomfim

05 de janeiro de 2021 | 05h00

Por Adriana Cimino, Alessandra Romano e Gustavo Toledo

Na edição desta terça-feira (05), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Em Economia, com uma previsão de investimentos de R$ 60 bilhões, Estados e cidades avaliam ou já deram andamento a projetos para atrair parceiros privados para serviços de saneamento, que incluem distribuição e tratamento de água e de esgoto ou a gestão de resíduos sólidos, aponta um levantamento da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base, de governos locais e do federal e também do BNDES. No caderno Internacional, o governo britânico determinou um novo lockdown nacional até pelo menos o começo de fevereiro como forma de tentar conter uma onda de infecções pela nova variante mais contagiosa do coronavírus. Já em Esportes, a árbitra paranaense Edina Alves Batista e a assistente catarinense Neuza Back foram escaladas para o Mundial de Clubes da Fifa, no mês que vem, no Catar. Será a primeira vez na história que uma partida oficial de uma competição da Fifa de futebol masculino será comandada por uma mulher.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.