‘Notícia No Seu Tempo’: liminar de Fux desautoriza Toffoli, Bolsonaro e Congresso, pelo menos 5 países detectam o coronavírus e TCU deve exigir civis para conter filas no INSS

Emanuel Bomfim

23 de janeiro de 2020 | 05h00

*Por Adriana Cimino e Gustavo Toledo

Na edição desta quinta-feira (23), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Em Política, o ministro Luiz Fux, vice-presidente do STF, suspendeu por tempo indeterminado a implantação do juiz de garantias, figura prevista na lei anticrime aprovada pelo Congresso e sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. Além de contrariar o Legislativo e o Executivo, Fux – que assumiu o comando do plantão do Supremo no domingo – também derrubou a determinação do presidente do STF, Dias Toffoli, que havia prorrogado por seis meses a adoção da medida e até fixado uma regra de transição. No caderno Metrópole, o total de infectados pelo coronavírus na China é de cerca de 540, com 17 mortes. Também há casos nos EUA, Tailândia, Japão e Coreia do Sul. No Brasil, o governo de MG reportou uma possível infecção, de brasileira que viajou à China, mas o Ministério da Saúde contestou o informe. Já em Economia, o Tribunal de Contas da União avisou o governo de que terá de ser elaborado um novo plano para o recrutamento da força-tarefa que tentará reduzir a fila de 1,3 milhão de pedidos de benefícios no INSS. O projeto do Planalto era contratar até 7 mil militares da reserva para esse trabalho, mas o TCU quer que civis sejam incluídos.

Ouça no player abaixo:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.