‘Notícia No Seu Tempo’: Medidas eleitorais vão tirar R$ 306 bi de governos em 2023

Da Redação

01 de agosto de 2022 | 05h00

No podcast ‘Notícia No Seu Tempo’, confira em áudio as principais notícias da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’ desta segunda-feira (01/08/22):

As medidas adotadas pela gestão Bolsonaro e pelo Congresso nos últimos meses devem tirar do próximo governo pelo menos R$ 178 bilhões em recursos. Nesse cálculo de gastos federais para 2023 está incluída a possível permanência do piso de R$ 600 para o Auxílio Brasil, hoje garantida até o próximo dia 31 de dezembro. A perda sobe para R$ 281 bilhões com o aperto no caixa de Estados e municípios após a desoneração permanente do ICMS sobre combustíveis, energia, transporte e comunicações, além do IPI. Os efeitos das medidas já começam a aparecer na conta do Tesouro, depois que ministros do STF determinaram a suspensão do pagamento de parcelas de dívidas dos Estados com a União para compensar a perda de arrecadação de ICMS.

E mais:

Economia: SP e PI obtêm liminar contra perda de ICMS

Política: Procuradores buscam presidenciáveis para defender lista tríplice na PGR

Metrópole: Um em cada quatro adolescentes abusa do videogame, mostra estudo

Internacional: Cada vez mais, professores se armam nos EUA para se defender de ataques

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.