‘Notícia No Seu Tempo’: Orçamento secreto prioriza redutos de líderes do Congresso

Emanuel Bomfim

13 de dezembro de 2021 | 04h55

No podcast ‘Notícia No Seu Tempo’, confira em áudio as principais notícias da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’ desta segunda-feira (13/12/21):

A distribuição das emendas de relator, verbas que estão na base do orçamento secreto, não prioriza serviços essenciais nem é igualitária entre os municípios. Juntas, as quatro cidades “campeãs” em recursos desse tipo fora das capitais receberam R$ 731 milhões em 2020 e 2021. Isso é mais do que os 2.261 municípios menos contemplados ganharam juntos. Pouso Alegre (MG) lidera o ranking, com R$ 237 milhões. A cidade é governada por Rafael Simões (DEM), aliado do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG). Seguem a lista Petrolina (PE), com R$ 195,6 milhões, Tauá (CE), R$ 151,5 milhões, e Santana (AP), R$ 146,6 milhões, redutos eleitorais do líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB), do relator-geral do Orçamento de 2020, Domingos Neto (PSD), e do ex-presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), respectivamente.

E mais:

Economia: PIB per capita deve levar 7 anos para voltar a nível pré-recessão

Internacional: Candidatos no Chile adotam tom moderado para atrair indecisos

Metrópole: Nova vida para as ruas temáticas de SP

Esporte: Verstappen tira oitavo campeonato de Hamilton na última volta

Caderno 2: Forró resiste e vira novo patrimônio imaterial

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.