As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Notícia No Seu Tempo’: PGR quer ouvir três ministros militares citados por Moro, Defesa afirma que agressão à imprensa é inaceitável e bloqueio e máscara em SP

Emanuel Bomfim

05 de maio de 2020 | 05h00

Por Adriana Cimino, Alessandra Romano e Gustavo Toledo

Na edição desta terça-feira (5), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Em Política, o procurador-geral da República, Augusto Aras, solicitou ao Supremo Tribunal Federal autorização para ouvir os ministros Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Braga Netto (Casa Civil), citados pelo ex-ministro Sérgio Moro (Justiça) em depoimento sobre a suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal. Segundo o depoimento de Moro à PF, sábado, o trio participou de reunião em 23 de abril na qual Bolsonaro ameaçou demitir o ex-juiz diante da sua posição de manter Maurício Valeixo no comando da PF. Ainda em Política, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, disse em nota que “agressão a profissionais de imprensa é inaceitável”, “liberdade de expressão é requisito fundamental de país democrático” e “independência e harmonia entre Poderes são imprescindíveis”. No caderno Metrópole, avenidas importantes de São Paulo tiveram trânsito congestionado devido a bloqueio feito pela Prefeitura para forçar a redução de circulação de veículos na cidade. Decreto do governador João Doria (SP) tornará obrigatório, a partir de quinta-feira, o uso de máscaras por todos que saírem às ruas do Estado de São Paulo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.