‘Notícia No Seu Tempo’: Programa de redução salarial deve ficar R$ 4 bi mais caro

Da Redação

02 de abril de 2021 | 05h00

No podcast ‘Notícia No Seu Tempo’, confira em áudio as principais notícias da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’ desta quinta-feira (02/04/21):

O governo deve gastar R$ 9,8 bilhões com o novo programa de redução de jornada e salário, valor entre R$ 3,3 bilhões e R$ 4 bilhões maior do que o previsto. Os recursos pagarão o benefício emergencial (BEm), que compensa parte da perda salarial, e a medida deve alcançar entre 3,8 milhões e 4 milhões de trabalhadores. A recriação do programa deve ser feita nos mesmos moldes do ano passado, com acordos de redução proporcional de jornada e salário em 25%, 50% ou 70% por até quatro meses ou suspensão do contrato.

E mais:

Metrópole: Mortalidade por covid é maior em UTI pública

Política: Ao centro, presidenciáveis tentam pacto de não agressão

Internacional: Países vizinhos isolam Brasil

Esportes: Atletas olímpicos farão curso antirracismo

Na Quarentena: “Cabra da Peste’, filme da Netflix, é um elogio à brasilidade

 

Tudo o que sabemos sobre:

redução salarialPaulo GuedesCovid-19Lula

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.