‘Notícia No Seu Tempo’: Secretário do Tesouro sai e equipe de Paulo Guedes tem 1ª grande perda, Toffoli diz que Supremo não se sujeitará a ameaça e Brasil chega a 43 mil mortos por covid-19

Emanuel Bomfim

15 de junho de 2020 | 05h00

Por Adriana Cimino, Alessandra Romano e Gustavo Toledo

Na edição desta segunda-feira (15), o ‘Notícia No Seu Tempo’ traz o resumo das principais informações da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’. Em Economia, o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, deixará o governo. Ele deve cumprir quarentena e ir para a iniciativa privada. Em entrevista ao Estadão/ Broadcast, ele confirmou que deve sair em agosto. Mansueto já está discutindo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, um nome para sucedê-lo no cargo, cuja missão é controlar o caixa do governo. Em Política, horas depois de manifestantes bolsonaristas dispararem fogos de artifício na direção do prédio principal do Supremo Tribunal Federal, na Praça dos Três Poderes, em Brasília, o presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, divulgou nota ontem na qual afirma que o STF “jamais se sujeitará a nenhum tipo de ameaça. No caderno Metrópole, o Brasil registrou nas últimas 24 horas  598 mortes e 17.086 novos casos da covid-19, totalizando 43.389 óbitos e 867.882 pessoas infectadas, de acordo com levantamento conjunto feito pelos veículos de comunicação Estadão,G1, O Globo, Extra, Folha e Uol.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: