‘Notícia No Seu Tempo’: Varejo puxa resultado ruim da Bolsa em ano de inflação e juros altos

Da Redação

31 de dezembro de 2021 | 05h00

No podcast ‘Notícia No Seu Tempo’, confira em áudio as principais notícias da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo’ desta sexta-feira (31/12/21):

No pior resultado desde 2015, o Ibovespa, principal índice de ações da B3, a Bolsa de Valores brasileira, encerrou 2021 com queda de 11,93%, apesar da alta de 0,69% no pregão de ontem. O varejo foi o destaque negativo num ano marcado pelo desempenho ruim de empresas como Magazine Luiza, Via (dona de Casas Bahia e Ponto) e Americanas S/A. Juros altos, inflação e o ritmo fraco da economia, em meio à pandemia, afetaram os resultados. Pelo lado positivo, destacaram-se Embraer e Braskem. Apesar do cenário, especialistas veem espaço para o Ibovespa subir até 25% em 2022.

E mais:

Internacional: Putin ameaça EUA de rompimento se houver sanções por crise na Ucrânia

Política: Ministério da Saúde prioriza verbas para o orçamento secreto

Metrópole: MEC proíbe federais de exigir vacina e reitores vão ao Supremo

Caderno 2: Lya Luft morre aos 83 anos

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.