O poder em home office; ouça no ‘Estadão Notícias’

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O poder em home office; ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

18 de maio de 2020 | 05h00

Assim como milhões de brasileiros, que passaram a trabalhar de casa, os poderes Legislativo e Judiciário também estão em home office. Desde março, Senado e Câmara dos Deputados têm realizado sessões virtuais, tanto de comissões, como as plenárias, onde ocorrem as votações de pautas importantes para o país. Já a Justiça, passou a adotar o instrumento em abril para evitar o acúmulo de processos nos tribunais pelo Brasil. Essa nova modalidade de trabalho tem gerado também situações atípicas, talvez pela sensação informalidade do lar.

Na edição de hoje, vamos conversar com os repórteres do Estadão em Brasília, Rafael Moraes Moura e Camila Turtelli, sobre como tem sido essas sessões no Congresso Nacional e no Supremo Tribunal Federal. No quadro “Fique em Casa”, Renata Cafardo entrevista a estilista Emannuelle Junqueira, sobre como está encarando o período de quarentena e autoisolamento.

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: