O que explica sucesso de Argentina e Paraguai no combate à covid-19? Ouça no ‘Estadão Notícias’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O que explica sucesso de Argentina e Paraguai no combate à covid-19? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

11 de maio de 2020 | 06h00

O Brasil é o país da América do Sul com a maior taxa de crescimento de mortalidade pelo novo coronavírus. Um cenário muito diferente de alguns de nossos vizinhos, como a Argentina, o Paraguai e o Chile, que estão conseguindo controlar a disseminação da doença. Mas há referências negativas também, como a Venezuela e o Equador, que enfrentam desde o colapso no sistema de saúde e funerário, até a falta de insumos para higiene pessoal. O que o Brasil pode aprender com esses países? Qual o segredo do sucesso no combate ao novo coronavírus?

Na edição de hoje, vamos conversar com o médico e ex-presidente do Paraguai, Federico Franco, com Cleyton Yamamoto, que trabalha com membros do comitê de crise na Argentina e com os repórteres venezuelanos Estenif Olivares e Omar Lugo e com o repórter equatoriano Oswaldo Salinas. No quadro “Fique em Casa”, Renata Cafardo entrevista o empresário Facundo Guerra, sobre como está encarando o período de quarentena e autoisolamento.

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.