Os efeitos da segunda onda na economia; ouça no ‘Estadão Notícias’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Os efeitos da segunda onda na economia; ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

30 de outubro de 2020 | 00h10

Além da saúde, a segunda onda da covid-19 na Europa e Estados Unidos traz uma enorme preocupação para a retomada da economia global. Com o aumento exponencial no número de casos, países como França, Alemanha e Inglaterra já começam a colocar em prática um novo plano de “lockdown”. Como reflexo dessas medidas mais restritivas, o mercado já começa a reagir. Bolsas de todo mundo registraram fortes quedas nesta semana. E esse reflexo também é sentido no Brasil. O dólar atingiu um dos seus patamares mais altos na última quarta-feira, cotado a R$5,76. Além disso, há uma preocupação com a escassez de investimentos, no momento em que o país necessita de uma retomada.

Afinal, quais os riscos dessa segunda onda para a economia global? Quais os reais reflexos que isso pode ter no Brasil? Na edição de hoje, conversamos com a a editora do Broadcast econômico da Agência Estado, Silvia Araújo.

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.