Os órfãos da pandemia; ouça no ‘Estadão Notícias’

Os órfãos da pandemia; ouça no ‘Estadão Notícias’

Por Barbara Rubira

01 de março de 2021 | 00h10

Desde o início da pandemia, o Brasil registrou 506 mortes de mulheres gestantes ou puérperas. Os óbitos atingiram o pico em junho, caíram a partir de setembro e voltaram a subir em dezembro, com a segunda onda da covid-19 no Brasil. Segundo dados do Sistema de Informação de Vigilância da Gripe (Sivep-Gripe), compilados pelo Estadão, só em janeiro deste ano, foram 17. E com o descontrole da doença, a previsão é de que as taxas aumentem mais.

Essas mulheres que partiram deixam para trás o sonho da maternidade interrompido. Muitas delas não puderam nem conhecer os filhos depois do nascimento. Para os viúvos e as famílias, fica o desafio de seguir em frente com o luto e a missão de criar uma geração de órfãos da pandemia.

No episódio de hoje, ouvimos as histórias de algumas dessas famílias, por meio de relatos captados pela repórter do Estadão Júlia Marques. Conversamos também com a psicóloga Juliana Guimarães, especialista em luto.

Estadão Notícias está disponível no SpotifyDeezerApple PodcastsGoogle Podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência.

Apresentação: Emanuel Bomfim

Produção/Edição: Ana Paula Niederauer, Bárbara Rubira, Gustavo Lopes e Erick Matheus Nery

Sonorização/Montagem: Carlos Amaral

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.