Partido de Bolsonaro vai sair do papel? Ouça no ‘Estadão Notícias’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Partido de Bolsonaro vai sair do papel? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

28 de julho de 2020 | 00h05

O Aliança pelo Brasil foi criado para ser o reduto do campo conservador mais à direita no Brasil. Seus idealizadores, entre eles o presidente Jair Bolsonaro, acreditavam que conseguiriam facilmente legalizar a legenda antes das eleições municipais deste ano. O pouco tempo para vencer as etapas no Tribunal Superior Eleitoral parecia não preocupar os apoiadores. No entanto, a realidade é outra. Passado quase 9 meses desde o evento de lançamento do partido, o Aliança pelo Brasil conseguiu apenas 3% das assinaturas necessárias para sua regularização no TSE, ou seja, a legenda pode ficar só no papel, e os bolsonaristas precisarão de outra casa para chamar de sua, mesmo que alugada.

Afinal, sem o Aliança pelo Brasil, qual será o papel de Bolsonaro nas eleições municipais? Bolsonaro desistirá da ideia de um novo partido e vai se abrigar em outra legenda? Na edição de hoje, conversamos sobre o assunto com a repórter do Estadão em Brasília, Camila Turtelli, e com o cientista político Rafael Cortez, da Tendências Consultoria.

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: