Podcast: A conversão socialista de Alckmin e seu futuro com Lula

Podcast: A conversão socialista de Alckmin e seu futuro com Lula

Por Jefferson Perleberg

24 de março de 2022 | 00h10

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSB), completou nesta quarta-feira, 23,  a penúltima etapa para integrar a chapa na corrida presidencial com o ex-presidente Lula: a filiação ao PSB. A ideia tanto do PT como do seu atual partido é que o ex-tucano não seja um mero vice decorativo no governo federal. Em conversas reservadas, Lula tem afirmado querer um vice com quem possa efetivamente dividir a gestão do país.

O lançamento da chapa Lula/Alckmin deve acontecer somente em abril, e tem como um dos entusiastas o pré-candidato ao governo de São Paulo, Fernando Haddad (PT). Aliás, esse deve ser o primeiro “atrito” que Lula e Alckmin devem enfrentar. Isso porque, o PSB não abre mão de lançar Márcio França ao governo de São Paulo.

Um dos principais objetivos de Alckmin na chapa é buscar votos de eleitores de candidatos de centro e centro-direita que poderiam ir para Lula. O ex-tucano seria uma espécie de força moderadora para agradar os empresários e agentes do mercado financeiro. 

No episódio do podcast vamos falar sobre essa filiação, e os próximos passos para a concretização da chapa Lula e Alckmin, com o repórter do Estadão, Pedro Venceslau. E para analisar esses cenários e o papel de Alckmin na campanha de Lula, vamos conversar com o cientista político e professor do Mackenzie, Rodrigo Prando.

O Estadão Notícias está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência.

Apresentação: Emanuel Bomfim

Produção/Edição: Gustavo Lopes, Jefferson Perleberg e Ana Paula Niederauer

Montagem: Carlos Valério

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.