Podcast: Estratégico e lulista: o peso do Nordeste nas eleições

Podcast: Estratégico e lulista: o peso do Nordeste nas eleições

Por Jefferson Perleberg

22 de março de 2022 | 00h10

A região Nordeste deve ser um importante foco nas eleições deste ano para os candidatos à Presidência. Com a disputa acirrada entre Lula e Bolsonaro em outras partes do Brasil, os nordestinos devem decidir quem será o novo presidente do país.

Historicamente, a região é um reduto do ex-presidente Lula, e isso se traduz nas recentes pesquisas eleitorais. No levantamento da Genial/Quaest, o petista aparece com cerca de 60% das intenções de voto, enquanto o atual chefe do executivo tem apenas 13%.

Em 2018, no segundo turno, Fernando Haddad, do PT, obteve 69% dos votos válidos no Nordeste, enquanto Bolsonaro ficou com 30%. Para conquistar votos na segunda maior região em número de eleitores, com 39 milhões de pessoas aptas a votar, o presidente Bolsonaro e até nomes da terceira via, como o ex-ministro Sergio Moro (Podemos) intensificam as peregrinações em estados nordestinos.

O governador de São Paulo, João Doria, pré-candidato pelo PSDB, já comunicou que sua campanha começará pela região.

No podcast desta terça-feira, 22, vamos conversar sobre a importância da região Nordeste para a eleição à presidência com o cientista político e professor da Universidade Federal de Pernambuco, Adriano Oliveira.

O Estadão Notícias está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência.

Apresentação: Emanuel Bomfim

Produção/Edição: Gustavo Lopes, Jefferson Perleberg e Ana Paula Niederauer

Montagem: Carlos Valério

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.