Podcast: Fora do tom: as declarações Lula e seus impactos

Por Jefferson Perleberg

08 de abril de 2022 | 00h10

Declarações recentes do ex-presidente Lula geraram forte repercussão entre deputados bolsonaristas e apoiadores do presidente, o que voltou a acender o embate entre os dois pólos da política brasileira. Um das falas de Lula foi em defesa da legalização do aborto e outra sugeriu a manifestantes da CUT que fossem até a casa de deputados cobrarem pautas e votações dos parlamentares.

A fala desencadeou uma onda de publicações contrárias à sugestão de Lula nas redes sociais. O deputado Junio Amaral (PL-MG) publicou um vídeo empunhando um revólver e disse, ironicamente, que iria aguardar a “turma” do petista chegar em sua casa.

Por causa da ameaça, o PT entrou com uma representação no Conselho de Ética da Câmara contra o parlamentar. A representação do PT afirma que a reação de Amaral foi “desproporcional, autoritária, odiosa, totalmente incompatível com o que se espera de um deputado federal”.

Já sobre a declaração da legalização do aborto,  a ex-ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves (Republicanos-DF) disse que a “pauta do ex-presidente sempre foi a cultura da morte”. Deputados federais evangélicos também ampliaram o coro contra o ex-presidente, como é o caso de Marco Feliciano (PL-SP) que condenou a ação nas redes sociais.

No episódio do podcast vamos falar sobre o enfrentamento entre lulistas e bolsonaristas e o impacto das declarações do ex-presidente Lula para as eleições com o cientista político e professor da FGV, Eduardo Grin.

O Estadão Notícias está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência.

Apresentação: Emanuel Bomfim

Produção/Edição: Gustavo Lopes, Jefferson Perleberg e  Ana Paula Niederauer

Montagem: Carlos Valério

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.