Podcast: Os desencontros de Bolsonaro e Itamaraty sobre Rússia

Gustavo Lopes Alves

04 de março de 2022 | 00h10

O conflito entre Rússia e Ucrânia causou um ruído na comunicação do governo brasileiro sobre o conflito. Enquanto Jair Bolsonaro (PL) defende uma posição de neutralidade, principalmente, por causa do comércio de fertilizantes com os russos, os representantes do País na ONU passaram a adotar um tom mais crítico ao governo de Vladimir Putin.

Mas não é apenas essa posição do presidente que preocupa os seus aliados. A questão da vacinação contra a covid-19 no Brasil também entrou na pauta. Pessoas próximas de Bolsonaro, inclusive seu filho, o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), acreditam que as falas do chefe do executivo sobre a imunização tem repercutido mal diante da opinião pública, e pedem para ele reduzir os ataques.

No campo eleitoral, os adversários de Bolsonaro vão tentando construir alianças para as eleições deste ano. Lula busca o apoio do MDB, que tem como principal apoiador o senador Renan Calheiros (MDB-AL). No entanto, além do partido já ter uma pré-candidata, a senadora Simone Tebet (MDB-MS), parte dos integrantes da legenda defendeu a neutralidade ou até o apoio ao atual presidente. Neste xadrez, mais uma peça pode entrar nos próximos dias: Eduardo Leite (PSDB-RS). O governador do Rio Grande do Sul deve disputar a presidência pelo PSD.

Esses são os assuntos que guiam nossa conversa quinzenal do “Poder em Pauta” com os jornalistas que acompanham o dia a dia da política, em Brasília. Participam no episódio de hoje do ‘Estadão Notícias’ Vera Rosa e Felipe Frazão, diretamente da capital federal.

O Estadão Notícias está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência.

Apresentação: Emanuel Bomfim.

Produção/Edição: Gustavo Lopes, Jefferson Perleberg e Ana Paula Niederauer.

Sonorização/Montagem: Carlos Valério.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.