Podcast: Prisão de Ribeiro e seu potencial explosivo para Bolsonaro

Podcast: Prisão de Ribeiro e seu potencial explosivo para Bolsonaro

Daniel Vila Nova, especial para o Estadão

23 de junho de 2022 | 00h10

A manhã desta quarta-feira não foi a melhor para o presidente Jair Bolsonaro. A prisão do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, decorrente da investigação da Polícia Federal sobre o ‘gabinete paralelo’ instalado na pasta, atinge um dos cernes do discurso político bolsonarista – o combate à corrupção. Bolsonaro, que já havia dito que colocaria “a cara no fogo” por Ribeiro, agora se vê próximo a mais um esquema de corrupção orquestrado por aliados.

O caso do ‘gabinete paralelo’ do MEC foi revelado pelo Estadão em março. Um grupo de pastores, que não tinham cargo público ou qualquer relação com o setor da educação, controlavam a agenda do então ministro da Educação, influenciando o repasse de recursos e as ações da pasta. Além de Ribeiro, os pastores Gilmar dos Santos e Arilton Moura, tidos como líderes do grupo, também foram alvos da operação policial.

Essa não é a primeira polêmica de Milton Ribeiro. Também em março, o Estadão noticiou que o ex-ministro havia autorizado a produção e distribuição de Bíblias para um evento de cunho religioso. O artigo, no entanto, chegou a ser distribuído em evento oficial do MEC. O ex-titular da pasta também foi acusado de tentar interferir na montagem do Enem e chegou a dizer que a universidade deveria ser um ambiente para poucos.

O presidente já tratou de se afastar de Ribeiro, afirmando que a Polícia Federal “teve um motivo” para realizar a operação e que o ex-ministro deve responder pelos seus atos. Com a eleição presidencial se aproximando, no entanto, o preço político do escândalo pode ser alto para Bolsonaro. No Senado, a oposição voltou a falar  sobre uma possível instauração da CPI do MEC.

No episódio desta quinta-feira, 22, do ‘Estadão Notícias’, ouvimos o doutor em Ciência Política pela USP e sócio da Ponteio Política, Jairo Pimentel, que comentou como a prisão do ex-ministro pode afetar o futuro de Bolsonaro e as eleições presidenciais de 2022.

O Estadão Notícias está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência.

Apresentação: Emanuel Bomfim

Produção/Edição: Jefferson Perleberg, Gustavo Lopes, Gabriela Forte e Daniel Vila Nova

Montagem: Moacir Biasi

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.