Podcast: Procurador vê união perversa no Congresso contra o combate à corrupção

Podcast: Procurador vê união perversa no Congresso contra o combate à corrupção

Por Jefferson Perleberg

10 de janeiro de 2022 | 00h10

O combate a corrupção no Brasil tem sofrido duros golpes com o enfraquecimento de leis, e sufocamento de operações que visam investigar recursos dos cofres públicos. Mesmo com um discurso anticorrupção, o presidente Jair Bolsonaro agiu no sentido contrário para defender familiares e aliados, tentando interferir na autonomia de instituições e fazendo uma aliança com um grupo de políticos que antes condenava.

Em entrevista ao podcast, o procurador Roberto Livianu afirmou que o presidente não é o único com este objetivo, seus aliados do Centrão e também adversários do PT trabalham para enfraquecer cada vez mais o combate à corrupção. “Há uma união perversa entre governo e oposição contra o combate à corrupção”, disse o procurador.

Uma das decisões de Bolsonaro que mais enfraqueceu o combate à corrupção foi a escolha de Augusto Aras como Procurador-Geral da República. Crítico à atuação da Lava Jato, Aras travou diversas quedas de braço com os procuradores de Curitiba, até que, em fevereiro do ano passado, a força-tarefa da capital paranaense foi dissolvida.

O partido dos trabalhadores teve também protagonismo em outras mudanças legislativas que tendem a enfraquecer a anticorrupção no País. Podemos citar aqui a Lei da Improbidade e da proposta de emenda à Constituição que muda a composição do Conselho Nacional do Ministério Público, e amplia a influência do Legislativo no órgão.

Deputados do PT propuseram também  uma série de mudanças na Lei das Organizações Criminosas, criando regras rígidas para os acordos de delação premiada e a exclusão da possibilidade de prisão preventiva para garantia da ordem pública e econômica – justificativa que motivou inúmeras ordens de custódia na Lava Jato.

No episódio do Estadão Notícias desta segunda-feira, 10, convidamos o procurador de Justiça Roberto Livianu, presidente do Instituto Não Aceito Corrupção. E para falar sobre como governo e partidos de oposição tem agido para enfraquecer o combate à corrupção, vamos conversar com a repórter do Estadão, em Brasília, Julia Affonso.

O Estadão Notícias está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência.

Apresentação: Gustavo Lopes

Produção/Edição: Jefferson Perleberg e Gabriela Forte

Montagem: Moacir Biasi

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.