Podcast: Será o fim do MBL?

Podcast: Será o fim do MBL?

Por Jefferson Perleberg

08 de março de 2022 | 00h10

Um áudio do deputado estadual de São Paulo, Arthur do Val, mais conhecido como Mamãe Falei, com teor sexista sobre as refugiadas ucranianas gerou uma onda de protestos nas redes sociais e atingiu em cheio o grupo político MBL. O parlamentar estava no país, segundo ele, com o intuito de promover ações humanitárias em prol dos civis que estão sofrendo por causa da guerra com a Rússia, quando o áudio foi enviado a um grupo de amigos.

Como consequência imediata dessa atitude, Arthur do Val retirou sua candidatura como pré-candidato ao governo de São Paulo pelo Podemos. Também aliados políticos se afastaram do seu nome, como é o caso do candidato à presidência, Sérgio Moro, que declinou do apoio dado por Arthur do Val a sua candidatura.

Além disso, cerca de 15 deputados protocolaram uma representação no Conselho de Ética do legislativo paulista pedindo a cassação de Arthur do Val por quebra de decoro parlamentar. Citado no áudio de Arthur do Val, o também líder do MBL, Renan Santos, que acompanhou o deputado na viagem à Ucrânia, não reagiu bem às críticas de opositores.

O MBL, que surgiu com força nos protestos que culminaram com o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, parece estar em declínio. Recentemente, outro membro fundador do grupo, o deputado federal Kim Kataguiri, também se envolveu em uma polêmica. Durante um episódio de um podcast Kim concordou com a opinião do youtuber Monark que defendeu a criação de um partido nazista no Brasil.

Diante da recente perda de apoio do grupo, e das polêmicas envolvendo seus membros, a pergunta que fica é: o MBL terá forças para continuar na política? No episódio do podcast desta terça-feira, 08, vamos falar sobre este assunto com o cientista político e diretor da consultoria Pulso Público, Vitor Oliveira.

O Estadão Notícias está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência.

Apresentação: Emanuel Bomfim

Produção/Edição: Gustavo Lopes, Jefferson Perleberg e Ana Paula Niederauer

Montagem: Carlos Valério

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.