Por que a inflação não para de crescer? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Por que a inflação não para de crescer? Ouça no ‘Estadão Notícias’

Gustavo Lopes Alves

02 de abril de 2021 | 00h10

O fantasma da inflação voltou a assolar o País, e tem comprometido a renda de milhões de brasileiros, principalmente das classes mais baixas que viram o carrinho de supermercado esvaziar cada vez mais.

Essa situação, somada com a pandemia, pode criar um problema social de enormes proporções, como a volta da miséria no Brasil. Em 2014, a ONU retirou o País do chamado Mapa da Fome.

Mesmo com diminuição do consumo, provocado, em parte, pelo fim do auxílio-emergencial, o crescimento da inflação continuou. Isso porque, o vilão do momento é a desvalorização do real frente ao dólar.

A indústria produtiva do Brasil depende de insumos importados, que são negociados pela moeda americana, o que faz encarecer o produto final para o consumidor. Além disso, para os produtores o momento é de exportar, já que recebem em dólar. Como consequência, sobram menos produtos para serem comercializados no País.

Para segurar a inflação, o Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central (BC), resolveu subir a Selic após 6 anos. Mas será que essa decisão melhora ou piora o atual momento?

No episódio de hoje, vamos conversar com o economista e coordenador do Índice de Preços ao Consumidor da FGV/IBRE, André Braz, que ressalta: “A situação não deve melhorar nos próximos meses”.

O Estadão Notícias está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google Podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência.

Apresentação: Gustavo Lopes

Produção/Edição: Gustavo Lopes, Ana Paula Niederauer e Bárbara Rubira

Sonorização/Montagem: Moacir Biasi

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.