Por que o caldo entornou no Chile? Podcast ‘Estadão Notícias’ discute raízes dos protestos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Por que o caldo entornou no Chile? Podcast ‘Estadão Notícias’ discute raízes dos protestos

Emanuel Bomfim

22 de outubro de 2019 | 06h01

A onda de violentos protestos no Chile pode ter causado espanto para quem estava de fora, como o público brasileiro. Ora, não seria o país o mais avançado entre os latinos? Inflação baixa, IDH elevado, economia pujante e estabilidade política são alguns dos indicadores que deram ao Chile o status de nação de primeiro mundo. O que estaria dando errado?

O gatilho para a revolta foi o aumento da passagem do metrô, mas já com recuo do governo. Ainda assim, as ruas seguem tomadas de manifestantes. Quais são as raízes da insatisfação popular? O que o governo Piñera tem feito para tentar aplacar o aparente caos? É possível estabelecer conexão dos protestos do Chile com os recentes atos no Equador e Peru?

 

Edição de hoje do ‘Estadão Notícias’ discute a situação do Chile com a análise do professor de Relações Internacionais, especialista em América Latina, Roberto Goulart Menezes (UNB). Ouvimos ainda os relatos de uma empresária brasileira que vive em Santiago há dois anos e de um jornalista local, da Rádio ADN.

 

OUÇA O ‘ESTADÃO NOTÍCIAS’ TAMBÉM NO YOUTUBE

Todas as edições deste podcast também são publicadas no canal do Estadão no Youtube. Para ouvir gratuitamente nesta plataforma, é só clicar aqui.

 

ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão são oferecidos para consumo gratuito no serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

Os podcasts do Estadão também são oferecidos para consumo gratuito na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

 

(Foto: Carlos Vera/Reuters)

 

Tudo o que sabemos sobre:

chileprotestoscrise

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.