Prefeitos e governadores sob ameaça; ouça no ‘Estadão Notícias’

Prefeitos e governadores sob ameaça; ouça no ‘Estadão Notícias’

Por Barbara Rubira

01 de abril de 2021 | 00h10

As tensões entre o presidente Jair Bolsonaro, governadores e prefeitos vem escalando há meses. Mas recentemente, têm crescido os ataques diretos aos líderes regionais que adotam medidas mais rígidas e necessárias para o controle da pandemia, enquanto o País bate diariamente o recorde de novos óbitos.

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), recebeu ameaças de morte que circularam em grupos de WhatsApp e estão sendo investigadas pela polícia. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), resolveu se mudar para o Palácio dos Bandeirantes depois de protestos em frente a sua casa e ataques nas redes sociais.

Na segunda-feira, 29, dezesseis governadores assinaram uma carta denunciando “uma onda crescente de agressões e difusão de fake news que visam a criar instabilidade institucional nos Estados e no País”. A carta é também uma reação à tentativa bolsonarista de insuflar um motim na Polícia Militar da Bahia após a morte do policial militar Wesley Soares Góes.

Em entrevista a este podcast, o ex-secretário nacional de Segurança Pública e coronel reformado da Polícia Militar de São Paulo José Vicente disse acreditar que o risco de insurreição é “próximo de zero” e que os policiais militares têm vinculação sólida com suas corporações.

No episódio de hoje, além do Coronel José Vicente, conversamos com o repórter do Estadão Bruno Ribeiro, que comenta a mudança do governador João Doria. Participa também o prefeito de Araraquara (SP), Edinho Silva (PT), que recebeu ameaças de morte depois de decretar o lockdown na cidade para conter o coronavírus.

O Estadão Notícias está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google Podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência.

Apresentação: Emanuel Bomfim 

Produção/Edição: Gustavo Lopes, Ana Paula Niederauer e Bárbara Rubira

Sonorização/Montagem: Moacir Biasi

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.